Qual o futuro do mercado imobiliário?

Qual o futuro do mercado imobiliário?

O mundo mudou, bem como a forma de nos relacionarmos e fazermos negócios. 

Mas como o mercado imobiliário vem se comportando diante desse novo contexto? Como será a atuação das imobiliárias nesse cenário desafiador, dotado de muito mais dinamismo e totalmente dominado pela tecnologia?

Como se não bastasse, agora enfrentamos os impactos causados no mercado imobiliário pelo novo coronavírus. As transformações ocorridas nos últimos anos, somadas a esse evento peculiar e devastador em muitos sentidos, exige que os corretores estejam ainda mais preparados para o futuro e todas as mudanças que ainda estão por vir.

Como tudo isso impacta o setor imobiliário?

O futuro do mercado imobiliário é, tradicionalmente, bastante resistente às transformações, que geralmente acabam acontecendo de forma mais lenta. Apesar de poucas novidades implementadas no segmento, alguns eventos relevantes ocorreram no setor nos últimos 20 anos. Um bom exemplo é o surgimento e a consolidação dos portais imobiliários, como o Imovelweb, um dos mais importantes do Brasil, por exemplo. Por meio deles, a troca de informações com o consumidor ficou mais ágil, os sistemas de busca bem mais avançados e as imagens em alta resolução passaram a ser fatores importantes para a tomada de decisão.

Podemos citar, hoje, um mapeamento de mais de 200 startups imobiliárias, que estão recebendo investimentos e começando a trazer contribuições importantes para o setor. Portanto, mesmo em um universo pouco acostumado a inovações, é preciso atentar e abrir-se para as novas tendências. Sempre ouvimos dizer que o mais forte é quem sobrevive. No entanto, essa interpretação é notadamente equivocada. Quem sobrevive é aquele que se adapta melhor e mais rápido!

Qual é o novo perfil de cliente?

Antigamente, o cliente potencial passava em uma rua, interessava-se por um imóvel e entrava em contato com o corretor responsável pela negociação. É certo que as imobiliárias, especialmente na capital paulista, quase não fecham mais negócios dessa forma.

Isso se dá porque o perfil do consumidor muda a cada geração. Nesse sentido, há pouco tempo, falava-se muito da geração Millenium, que hoje está locando ou comprando seu primeiro imóvel. Diferentemente de seus precursores, os Millennials estudaram mais, não largam seus smartphones, são muito conectados, mudam de cidade ou de país para trabalhar e desejam uma atenção diferenciada. Tudo isso significa que eles não querem mais ser atendidos pessoalmente ou falar ao telefone quando pretendem comprar algo. Se essa geração já é diferente, o que dizer da geração Z que, na próxima década, estará procurando o primeiro imóvel?

Os representantes da geração Z já nasceram praticamente com tablets nas mãos. São muito desapegados, embora apresentem um grau de maturidade respeitável. Eles normalmente não se comunicam por e-mail e são heavy users das redes sociais. São autônomos, mudam de emprego com frequência e preferem viver experiências a acumular coisas – inclusive já existem pesquisas apontando que esses jovens não almejam um imóvel próprio.

E se a nova geração não sonha com a casa própria, quem serão os nossos clientes nas futuras operações de compra? Os investidores, ou seja, venderemos para o investidor e alugaremos para o morador. Isso é uma tendência.

Quais são as novas tecnologias desse mercado?

Muitas novas tecnologias já surgiram ao redor do mundo e em breve chegarão ao Brasil, assim como muitas outras nascerão em um curto espaço de tempo. É importante sermos capazes de nos adaptar a elas. Um bom exemplo disso é o mercado financeiro.

O sistema financeiro está mudando drasticamente com o aparecimento das criptomoedas. Isso certamente vai impactar o mercado imobiliário, tanto nas formas de pagamento como em relação aos contratos. Atualmente, os contratos mais seguros são realizados em blockchain, sistemas que não são passíveis de fraudes. Em breve, essa metodologia poderá ser utilizada no mercado imobiliário brasileiro.

Inspira Materiais Mercado Imobiliário ImovelwebPowered by Rock Convert

Também já contamos com a inteligência artificial em todos os setores da economia. Existe um modelo de avaliação de imóvel que utiliza a ferramenta, como algoritmos estatísticos. Sem falar em impressão 3D e em realidade virtual e aumentada, que também impactarão o mercado imobiliário. Não deveremos atender aos clientes como fazíamos até pouco tempo. É preciso personalizar o atendimento e as novas tecnologias, como o chatbot, que já usa inteligência artificial. Elas estão aí para ajudar nesse processo.

Qual é o futuro do mercado imobiliário?

Com toda essa evolução, temos que atentar e trazer essas mudanças para o setor, principalmente para dentro das imobiliárias. Nesse sentido, algumas medidas serão imprescindíveis. Acompanhe!

Mudanças de hábito pós-pandemia

Tais renovações consistem em investimentos em:

  • Sustentabilidade: a pandemia forjou uma realidade que culminou em crise financeira. Com isso, as pessoas passaram a consumir apenas o que realmente importa em seu dia a dia. Isso levou a uma natural economia de recursos, que reflete mais nas necessidades de contato com a natureza, o ar livre, o sol e as áreas verdes. Esses novos interesses reforçam o empreendimento em projetos de paisagismo nos terraços que, por sua vez, proporciona mais fruição nas unidades.
  • Espaços de lazer: como extensão desses novos hábitos, a procura por espaços de lazer em gardens e coberturas aumenta, da mesma forma que os imóveis com varanda.
  • Oferta de alternativas virtuais aos clientes: as empresas se depararam com a necessidade de adotar um atendimento remoto, já que estavam impedidas de colocar as pessoas em risco, devido à proximidade física. Assim, cresceu muito o acesso a visitas virtuais, bem como a contratos digitais, totalmente online, modificando substancialmente a maneira de trabalhar das imobiliárias.
  • Espaços para delivery: a expansão do uso de aplicativos para entrega de comida está levando os condomínios a pensarem em áreas especialmente destinadas a essas entregas, de forma confortável e segura para os moradores.
  • Pet places: locais apropriados aos animais de estimação também tendem a aumentar e se aperfeiçoar. Vale lembrar que o início da pandemia da Covid-19 ficou marcado também pelo aumento da adoção de bichinhos de abrigos.
  • Home office: esse parece ser a bola da vez. A obrigatoriedade de manter os colaboradores afastados de seus locais de trabalho usuais trouxe um boom na adoção desse modelo de prestação de serviços. Muita gente já estava migrando para esse formato, mas com a pandemia houve um estouro. Diversas empresas que antes sequer cogitavam incluir o home office em seus planos, agora já consideram seriamente perpetuar essa forma de trabalho. Aí entra uma remodelação dos espaços das casas de dos apartamentos.
  • Coworking: de carona com o home office, temos os espaços para coworking em condomínios residenciais. Nem todos estão se adaptando em suas próprias casas para trabalhar, assim, uma área reservada para isso dentro do condomínio é uma excelente alternativa.

Presença digital

Escolha bem a tecnologia, mantenha-se atualizado e preste atenção em quem é seu cliente e o que ele usa no dia a dia. A transformação digital está mais acelerada, e com a pandemia do coronavírus, esse processo ganhou ainda mais estímulo. No primeiro momento, foi assustador, mas acabou criando novas facetas no mercado imobiliário, como as oportunidades já mencionadas. Além disso, o evento está impulsionando o surgimento de startups nesse mercado.

Assim, o uso da internet tende a ser cada dia mais comum e imprescindível na vida das pessoas e das empresas. A ideia é incrementar as vendas, facilitar transações e alcançar mais clientes, o que já está acontecendo de maneira muito rápida. Os portais imobiliários estão aí, a todo vapor, facilitando a consulta de imóveis pela internet, no conforto dos lares dos usuários. Com alguns cliques, o interessado tem acesso a informações, vídeos e fotos do imóvel que pretende alugar ou comprar.

Flexibilização

Conforme já adiantamos, esse é o momento de criar oportunidades necessárias para driblar a crise surgida com a pandemia. Sendo assim, é fundamental pensar em flexibilizar as condições contratuais como forma de dar mais segurança aos clientes. É o que já se tem sido feito por meio da cláusula Covid-19, que fornece um prazo mais estendido no caso de desistência da compra, sem ônus. Contudo, isso só é válido se houver um acordo expresso e registrado entre as partes envolvidas.

Necessidade de capacitação

Imobiliárias, incorporadoras e corretores podem estudar maneiras de continuar desempenhando um trabalho de excelência de forma online, enquanto mantêm suas atividades. Sendo assim, os Conselhos Regionais de Corretores de Imóveis de todo o país oferecem diferentes modalidades de cursos online. Isso é muito importante nesse momento em que as pessoas são incentivadas a permanecerem em suas casas.

Dessa forma, é oportuno que os profissionais do setor imobiliário aproveitem para investir em aperfeiçoamento e formação na área. Isso é especialmente válido para o aprendizado de novos aplicativos e ferramentas que auxiliam no processo de negociação entre os interessados.

Atendimento com qualidade

Atender bem é cada dia mais determinante em qualquer tipo de negócio. Para imobiliárias e corretores, é um ponto fundamental para agregar valor durante uma tratativa. Para tanto, é necessário ir além e colocar o cliente em primeiro lugar — antes, durante e após o fechamento de um contrato.

Por isso, considere a adesão aos portais de anúncios imobiliários para compra e locação de imóveis. Eles podem ajudar, e muito, as pessoas a encontrarem o que procuram, sem precisar se deslocarem. Nesses sites, os imóveis estão à disposição para consulta, com o máximo de informações sobre suas particularidades, com fotos e fácil acesso. Então, diferencie-se no mercado imobiliário pelo atendimento e ganhe amigos fiéis. Mude a forma de trabalhar, pois você pode e deve inovar!

Quer saber mais sobre essa inovadora maneira de encontrar o seu imóvel ideal? Entre em contato e converse com a gente!

SóCorretor
COLUNISTA
PERFIL

Comente

Mais Matérias

Colunistas

Encontre aqui o imóvel
dos seus sonhos
Inspira Materiais Mercado Imobiliário ImovelwebPowered by Rock Convert