Quais são fases de uma construção residencial?

Quais são fases de uma construção residencial?

Construir uma casa exige planejamento e a necessidade de seguir algumas etapas

Iniciar um projeto de construção é uma tarefa um pouco mais complexa do que parece. Para que a construção aconteça da melhor forma possível e sem surpresas é preciso seguir algumas etapas obrigatórias e saber exatamente quais são as fases de uma construção residencial.

Obviamente cada tipo de construção exige um planejamento e projetos diferentes, podem variar de acordo com o material utilizado, com a quantidade de cômodos e até mesmo o fato da casa possuir ou não um quintal. Isso porque a construção pode exigir acabamentos e cuidados que não seriam necessários em uma casa mais básica.

De qualquer forma, existem etapas comuns a qualquer projeto. É importante conhecê-las desde seu início, bem como as estratégias adotadas em cada ocasião.

Com isso, em nosso artigo de hoje, vamos abordar as etapas básicas que nenhuma construção pode deixar de ter.

1. Projeto Inicial

Antes de colocar a construção em prática é preciso estudo e projetos que ainda vão passar por aprovação para que a obra seja iniciada.

Para esse projeto ser aprovado é necessário o apoio técnico de um profissional, arquiteto ou engenheiro. Ele vai cuidar das licenças, plantas da construção, bem como legalizações da obra e custos pertinentes a essa fase inicial e provavelmente das fases seguintes também.

2. Terreno

Uma vez que o projeto já esteja pronto e o profissional – engenheiro ou arquiteto – já esteja contratado, é hora de cuidar da parte de terraplanagem do terreno.

Nem todos os terrenos estão preparados para receber uma obra, devido a isso, é preciso avaliar a necessidade de aterramento, entre outras exigências.

3. Alicerces

Uma vez preparado o terreno, é hora de cuidar da estrutura da obra. Para que a casa seja levantada precisa haver estabilidade e sustentação. Tudo para que a obra em si, seus ocupantes e mobiliário, combinados com ventos, chuvas e outras possíveis sobrecargas possam ser sustentados com precisão.

Os chamados alicerces ou colunas, que fazem parte da sustentação, podem ser diferentes de acordo com o tipo de projeto aprovado.

4. Alvenaria

A fase seguinte da construção residencial é a alvenaria, que pode ser convencional ou estrutural.

A mais utilizada nos projetos é a alvenaria com concreto armado, com a função de vedar paredes e separar ambientes. Nessa fase a alvenaria também preenche os vazios das vigas de sustentação colocadas na etapa anterior.

Inspira Imovelweb Mercado ImobiliárioPowered by Rock Convert

Caso a opção seja de utilizar a alvenaria estrutural, saiba que ela é a própria estrutura da obra, o que faz com que o projeto evite o uso de ferros e aço na sustentação de tudo. Esse tipo de alvenaria é feita com blocos de concreto pré-armados, portanto são de medidas padronizadas que vedam e fazem parte da estrutura da obra.

As paredes, lajes, contra pisos, entre outros itens da alvenaria podem variar de acordo com o projeto estabelecido na fase inicial da construção.

5. Cobertura/Telhado

Após a etapa da alvenaria, é comum que a obra receba a cobertura ou o que chamamos de telhado.

O telhado protege a construção de chuvas, sol, ventanias, ruído e qualquer outro agente que possa deteriorar ou prejudicar as etapas anteriores. O telhado pode ser de madeira, pedras, vidros, concreto e precisa da sustentação de vigas.

Após a instalação da cobertura, a finalização dessa etapa pede o acabamento com calhas, rufos ou rincões. Esses itens vão conduzir o excesso de água da chuva conforme o projeto inicial e podem ser de PVC – o mais comum – ou de outros materiais, como concreto e fibrocimento.

6. Elétrica e Hidráulica da casa

É comum que a etapa de hidráulica e elétrica seja iniciada junto com a alvenaria, porém ela pode ser iniciada também após a cobertura da obra, o que consideramos o ideal a ser feito.

Aqui entramos com a instalação de fios, criação de pontos de tomadas e interruptores, rede de água, definição de temperatura dessa água, rede de esgoto primária e, se o projeto prever, rede de esgoto secundária.

A parte de esgoto é regida por legislação e deve ser respeitada, se o profissional responsável pela obra for correto, isso já deverá ter sido desenhado no projeto inicial. Nessa etapa serão escolhidas as louças, bancadas, válvulas, registros, relógios de luz e etc.

A etapa de iluminação também deve ser aprovada pela concessionária de energia da cidade onde a obra será construída, sendo necessário informar tensão, pontos de energia, telefonia, alarmes, portões automáticos e outros itens.

Caso a obra tenha instalação para captar energia solar, a colocação das placas deverá ser feita junto com a cobertura/telhado da residência.

7. Acabamento

Agora a estrutura da casa já está em pé, telhado colocado, louças e energia funcionando, portanto entramos na fase final da construção: o acabamento. Chapisco, emboço, reboco e outras fases são a base uma boa finalização e devem ser realizados de forma excelente para garantir um acabamento perfeito.

Nessa etapa colocamos vidros e esquadrias, realizamos isolamento térmico e impermeabilizações para evitar um ambiente úmido e com infiltrações no futuro.

Pisos e revestimentos, portas, pintura, gesso, tudo aqui deverá ser colocado e finalizado para que a obra esteja completa.

Por fim, podem existir alguns serviços complementares como itens de jardinagem, muros de divisória, paisagismo, alguma área de lazer e a limpeza para entrega da residência completa aos seus novos ocupantes.

Essas etapas podem variar de acordo com o projeto, mas o importante mesmo é conhecer todas elas e saber que uma construção exige tempo, dinheiro, acompanhamento e muita paciência.

Conheceu as etapas da construção de uma casa? Fique ligado e continue acompanhando muitas informações com a gente.

SóCorretor
COLUNISTA
PERFIL

Comente

Mais Matérias

Colunistas

Encontre aqui o imóvel
dos seus sonhos
Inspira Imovelweb Mercado ImobiliárioPowered by Rock Convert