Arquitetura de compartilhamento traz o conceito do consumo consciente para a compra da moradia.

Com uma proposta inovadora de arquitetura compartilhada, a FAENGE lança condomínio residencial e comercial que oferece estrutura sustentável, tecnologia em segurança e economia nos serviços. A arquitetura compartilhada é uma das grandes tendências e já habita as mais modernas cidades do mundo, onde as pessoas se preocupam mais com o seu tempo, o dinheiro e

Com uma proposta inovadora de arquitetura compartilhada, a FAENGE lança condomínio residencial e comercial que oferece estrutura sustentável, tecnologia em segurança e economia nos serviços. A arquitetura compartilhada é uma das grandes tendências e já habita as mais modernas cidades do mundo, onde as pessoas se preocupam mais com o seu tempo, o dinheiro e o meio ambiente. É um estilo de vida que
compartilha serviços, espaços, soluções e, em troca, as pessoas ganham uma rotina mais leve, um jeito de viver mais inteligente, econômico e
sociável. Apostando no conceito, a FAENGE lança o primeiro empreendimento da categoria no Distrito Federal, o MEET NOROESTE. O
lançamento acontecerá neste sábado (25), a partir das 9h, para convidados, seguido de brunch e apresentação para imprensa às 10h30 com presidente da construtura responsável, Leonardo Ávila, no stand de vendas na CLNW 2/3, Lote A – Noroeste.

Além das áreas comuns, como lavanderia, ferramentaria, estrutura de lazer, espaço gourmet e brinquedoteca, o MEET Noroeste contará com diversos diferenciais, como sala de reuniões e um lobby que se transforma em coworking, além de sala de funcionários compartilhada e pequenos depósitos individuais para locação. Outro diferencial das áreas coletivas é a ferramentaria, uma espécie de casa de máquinas, que contará com furradeira e diversos outros equipamentos para pequenos serviços e até mesmo para quem quer um pouco além, na linha faça você mesmo, tão comum entre os norte americanos, por exemplo. “Isso tudo representa o modelo de arquitetura compartilhada, que tem se tornado tendência no mundo”, explica Leonardo Ávila.

Mas o compartilhamento, a praticidade e economia não param por aí e vai além das áreas de uso coletivo: passa também pelo compartilhamento de internet, acesso biométrico e 8 bicicletas para uso dos moradores. Entre as áreas de uso compartilhado, o prédio contará também com um apartamento mobiliado que será disponibilizado para locação dos condôminos – o que pode ser uma mão na roda na hora de receber uma visita -, ou de terceiros,com renda revertida para o condomínio. “Assim, ao receber os pais ou amigos, por exemplo, as visitas não precisariam ir para um hotel, com o transtorno dos deslocamentos”, destaca Ávila. Sustentabilidade – A estrutura, totalmente sustentável, foi projetada para aproveitar água da chuva, reutilização da água do chuveiro para irrigação e
uso do aquecimento solar. ). A vaga verde (vaga do condomínio compartilhada para carros elétricos) é mais um estímulo ao estilo de vida. “Compartilhar é, antes de tudo, saber usar com consciência os recursos que temos. No MEET, ideias e soluções sustentáveis marcam presença em diversos espaços e serviços do condomínio, tornando a preservação ambiental uma forma inteligente de economizar, além de um novo hábito de vida”, revela o presidente da construtora FAENGE, responsável pelo empreendimento.

A escolha da região – O Setor Noroeste respira modernidade. O último bairro construído do Plano Piloto, ao lado da Asa Norte, é o endereço de quem busca um novo estilo de vida. Com uma localização privilegiada, próximo a supermercados, shoppings, universidades e colégios, o MEET foi pensado para ser um empreendimento econômico, com sistema de aproveitamento de águas da chuva, apartamento mobiliado para locação (receita do aluguel revertida para o condomínio), self storage e rateio condominial por unidade e não por fração ideal, permitindo ao lojista pagar o mesmo que 1 apartamento. “É o primeiro empreendimento de uso misto com lazer do Noroeste. Foi pensado para quem compartilha o ideal de vida com menos gastos e mais praticidade, mas sem abrir mão do conforto de morar bem”, destaca o idealizador do projeto.

Estrutura do MEET NOROESTE – São aptos com sugestões de decoração de 1 e 2 quartos com até 56 m2, e presença de 10 lojas. Destas, seis
possuem preparação de exaustão e ventilação mecânica para alimentação. O condomínio foi planejado, tem ampla galeria em frente às lojas, 1 bike elétrica para os lojistas fazerem entregas pelo bairro, 8 bicicletas para uso dos moradores, vagas de garagem privativas para lojistas no subsolo, link dedicado de internet, permitindo redução de custo, lobby coworking, sala de reuniões, lavanderia, ferramentaria, estrutura de lazer, apart for rent (apartamento mobiliado para locação, entregue ao condomínio), portaria virtual (redução expressiva de custo de condomínio), sala de funcionários (espaço compartilhado de copa e vestiário), vaga verde (vaga do condomínio compartilhada para carros elétricos), fechadura digital e acesso biométrico nos espaços compartilhados.

Imovelweb
COLUNISTA
PERFIL

Comente

Mais Matérias

Colunistas

Encontre aqui o imóvel
dos seus sonhos