Saiba como comprar um apartamento na planta

Saiba como comprar um apartamento na planta

Você sabe como comprar um apartamento na planta e o que isso quer dizer? Ter um imóvel próprio e ainda pagando um valor que caiba no bolso é o sonho de grande parte dos brasileiros. Porém, é necessário pesquisar. A compra de um apartamento na planta pode oferecer muitas vantagens, mas é importante conhecer todo

Você sabe como comprar um apartamento na planta e o que isso quer dizer? Ter um imóvel próprio e ainda pagando um valor que caiba no bolso é o sonho de grande parte dos brasileiros. Porém, é necessário pesquisar.

A compra de um apartamento na planta pode oferecer muitas vantagens, mas é importante conhecer todo o processo e as particularidades desse tipo de contrato para que você não pague mais do que pode e não escolha um imóvel diferente daquilo que imagina.

Para não ter problemas com isso, explicaremos, a seguir, como funciona esse tipo de compra e fatores que precisa atentar. Veja só!

O que é comprar um apartamento na planta?

Comprar um apartamento na planta é quando você escolhe o seu imóvel antes mesmo dele estar pronto, ou seja, na etapa de projeto ou quando a construção está em andamento. Nessa opção, você, basicamente, ajuda a construtora com os custos.

Em média, os apartamentos são entregues em três anos, sendo possível financiar até um terço do valor total do imóvel. Além disso, é preciso se planejar financeiramente, pois para comprar um imóvel na planta é necessário pagar cerca de 20% do valor total em um primeiro momento, para que o restante possa ser parcelado.

Essa porcentagem varia conforme o seu tipo de contrato, construtora e banco utilizados. A Caixa Econômica Federal, por exemplo, somente libera esse tipo de financiamento se o valor das prestações for equivalente a, pelo menos, 30% da sua renda mensal bruta. Para essa análise de crédito e condições, são avaliados critérios como:

  • ocupação (se é servidor público ou não);
  • idade;
  • relacionamento com o banco;
  • histórico financeiro.

Para ter certeza da sua escolha e saber como comprar um apartamento na planta, é importante que estude o valor do financiamento, condições para a garantia de entrega e, principalmente as cláusulas do contrato. Em seguida, você entenda mais sobre esses pontos.

Financiamento

O financiamento dos imóveis na planta pode ser separado em duas etapas. A primeira delas diz respeito à pré-entrega das chaves, em que o valor pago é referente à execução das obras, ou seja, é o custeio da construção. Nesse momento, será assinado o contrato com uma construtora ou incorporadora.

Após quitar as parcelas, que normalmente são pagas em um período de, em média, 36 meses, você precisará buscar por uma instituição financeira ou banco para que seja fechado o acordo sobre o financiamento do imóvel em si.

Para decidir como comprar apartamento na planta por meio do financiamento, você tem três possibilidades: o Sistema Financeiro de Habitação (SFH), o Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI) e o Programa Minha Casa Minha Vida.

Garantia de entrega do imóvel

A garantia de entrega de um imóvel pronto ou na planta é um direito de quem faz a compra de uma casa ou apartamento previsto no código Civil. A legislação também o protege contra possíveis danos e reparos que possam vir a ser necessários, desde que estejam dentro do prazo de garantia.

Normalmente, o prazo para apartamentos em construção é de cinco anos. Esse é o mesmo período para que você tenha direito à indenização por parte do construtor caso seja detectado algum defeito de difícil identificação. Já para as falhas mais aparentes, como irregularidades nos pisos, danos na fiação, entre outros, é necessário reportar nos primeiros 90 dias.

Além disso, caso a entrega do seu imóvel seja feita com atraso, você poderá recorrer à justiça, que entende o seu direito de solicitar a rescisão do contrato e recebimento de 100% dos valores direcionados à construtora.

Contrato

O contrato especificará todos os acordos e informações da sua compra do apartamento na planta. Então, é fundamental verificar cada detalhe e as famosas “letrinhas pequenas”. Verifique descrições como os valores acordados, forma de pagamento, número de parcelas, tamanho do apartamento, multas e juros por atraso de pagamento e da obra.

Nesse documento, também é necessário avaliar as cláusulas sobre a possibilidade de desistência por parte do comprador, pois é importante cumprir as regras de ressarcimentos que pode ser de parte do que já foi pago ou de todo o sinal da entrada.

Documentação

Agora que você já sabe como comprar apartamento na planta, vamos à documentação necessária para dar entrada no processo. Além do contrato, o primeiro documento que deve ser requerido é o memorial de incorporação.

Trata-se de uma lista de todos os itens e particularidades do seu imóvel, que devem ser descritos minuciosamente, desde os materiais utilizados na obra até os produtos de acabamento. Depois, reúna a sua documentação:

  • extrato bancário;
  • declaração do Imposto de Renda;
  • comprovante de endereço atualizado;
  • comprovantes de renda;
  • documentos de identificação (CPF, RG CNH, CTPS).

Afinal, é vantajoso comprar apartamento na planta?

Comprar um imóvel na planta pode ser muitas vezes mais barato e mais flexível quando comparamos aos apartamentos já construídos. Geralmente, é possível fechar contratos na planta que sejam, em média, 30% mais baratos, de acordo com a localidade, tamanho do imóvel, construtora entre outras variáveis.

Isso acontece porque as empresas precisam incentivar a compra para custear as obras, sendo que isso é feito em forma de descontos e condições facilitadas de compra. Outro fator que faz os compradores optarem pelos apartamentos na planta são as possibilidades de fazer adaptações no layout do imóvel.

Para isso, é necessário verificar essa opção com a construtora, que entrará em contato com o engenheiro responsável para verificar se não há riscos ou mudanças exorbitantes com a mudança.

A valorização do seu imóvel também é uma das vantagens. Após a conclusão das obras, o seu apartamento valerá mais do que você pagou por ele, além de apresentarem instalações mais modernas quando comparadas aos imóveis mais antigos. Essa pode ser uma boa oportunidade de investimento.

Além de saber como comprar um apartamento na planta, é fundamental fazer isso no momento certo. Como visto, é preciso cuidado ao escolher a construtora e dar um certo valor de entrada, sendo que, para isso, você precisa ter um bom planejamento financeiro e metas bem estabelecidas para que não entre em dívidas.

Para se aprofundar no assunto, confira o nosso post com 7 cuidados ao comprar um apartamento na planta para não cair em golpes ou pagar mais do que pode!

Imovelweb
COLUNISTA
PERFIL

Comente

Mais Matérias

Colunistas

Encontre aqui o imóvel
dos seus sonhos