Simulador Minha Casa Minha Vida: Entenda Como Funciona

Simulador Minha Casa Minha Vida: Entenda Como Funciona

Tire todas as suas dúvidas sobre como funciona o Simulador Minha Casa Minha Vida. Clique e confira!

Esse é o seu momento! Você vai sair do aluguel e terá um apartamento todinho para chamar de seu. Com certeza, em algum momento desse processo você vai se deparar com o Simulador Minha Casa Minha Vida.

Mas fique tranquilo, não é nenhum bicho de sete cabeças e nós simplificaremos ainda mais para você.

O Simulador Minha Casa Minha Vida é uma ferramenta que a Caixa Econômica Federal disponibiliza online para que os futuros compradores de um imóvel possam ter uma ideia de como ficarão as parcelas, e assim é muito mais fácil de se planejar para o financiamento.

Por que eu devo usar o simulador?

Para saber qual será a parte do seu orçamento estará comprometida, antes de comprar um apartamento, é muito importante acessar o Simulador Minha Casa Minha Vida.

Estamos falando de um investimento que geralmente é para a quitação a longo prazo, serão até 35 anos de planejamento, por isso ter uma ideia de como será o futuro é fundamental neste momento.

Além disso, é por meio do simulador que você terá acesso às projeções sobre qual será o prazo máximo para a quitação das parcelas do seu apartamento novo, qual a estimativa do valor que será cobrado pela primeira parcela do seu imóvel, quais serão as taxas de juros aplicadas, e o valor que poderá receber de subsídio do Programa Minha Casa Minha Vida.

Como funciona o Simulador Minha Casa Minha Vida?

O funcionamento do simulador é muito simples. Acesse o site do Simulador Minha Casa Minha Vida e preencha os dados abaixo;

Dados iniciais: os primeiros dados que serão preenchidos são sobre o objetivo do financiamento e o valor do imóvel. No caso do Minha Casa Minha Vida, já está predeterminado que será a aquisição de um apartamento por uma pessoa física, então é necessário selecionar o tipo de imóvel (se é usado, novo, em construção, etc), o valor aproximado da propriedade e em qual estado e cidade ele está;

Dados Pessoais: a segunda etapa do formulário é sobre você, o comprador. Devem ser preenchidos o CPF, um telefone celular, a renda familiar bruta, que é o total dos rendimentos dos compradores, e a data do nascimento do comprador, caso haja mais de um comprador, deve ser preenchida a data de nascimento do mais velho. Há ainda a necessidade de informar se já tem algum relacionamento com a Caixa Econômica, se conta com FGTS há mais de três anos, e se haverá mais de um comprador. Estes dados são utilizados para calcular o tempo e as parcelas do financiamento.

Opções: no terceiro passo são oferecidas opções de relacionamento com o banco que afetarão as taxas de juros. Escolha qual a opção mais adequada para o seu perfil.

Resultados

Com essas informações em mãos, o próximo passo é preparar a documentação e dar entrada no processo para o financiamento e a compra do seu apartamento.

Para saber quais apartamentos você pode comprar usando o programa Minha casa, Minha vida, acesse o site da Plano&Plano.

 

Este conteúdo foi produzido pelo Blog Plano&Plano

Comente

Mais Matérias

Colunistas

Encontre aqui o imóvel
dos seus sonhos