O que ficar atento na hora de mudar de cidade

O que ficar atento na hora de mudar de cidade

Planejamento é muito importante, ainda mais se você for mudar de cidade

Planejamento é tudo quando o assunto é mudança, afinal, todos os detalhes são importantes, ainda mais se você está pensando sobre como mudar de cidade. Mesmo que você a conheça bem, morar nela é algo bem diferente.

Visto que a família pode ter várias dúvidas nesse momento, é importante analisar alguns pontos relacionados com esse tipo de mudança. Por isso, atente-se à lista que vamos apresentar antes de tomar decisões impulsivas.

Se uma mudança já é considerada difícil, imagina quando envolve outras cidades? Realmente, é algo bem complicado e que precisa ser analisado com calma. Saber os itens aos quais você deve dar atenção na hora de mudar de cidade faz com que o processo seja mais simples e menos cansativo, além de a adaptação ser mais fácil.

Agora, vem conferir com a gente o texto. Boa leitura!

Analisar se o bairro escolhido é seguro

Muitas pessoas, na hora de se mudar, acabam indo para um lugar mais em conta por acharem que estão fazendo um bom negócio. Entretanto, é importante tomar muito cuidado com essas escolhas. Analisar o bairro escolhido é fundamental, assim como verificar o índice de criminalidade da região.

Dessa forma, escolher o mais barato não necessariamente vai ser o melhor, assim como pode não ser o pior. É importante sentir-se seguro no lugar em que você vai morar. Vá algumas vezes à região em horários diferentes para saber como é a movimentação e avalie se há muito barulho e se é uma zona perigosa. Tudo isso conta!

b1

Conhecer a infraestrutura da cidade

É importante procurar conhecer a infraestrutura da cidade, a fim de evitar choques muito drásticos, o que poderia ser prejudicial para quem está acostumado com a calmaria ou com o agito.

Por exemplo, imagine alguém saindo de São Paulo e indo morar em uma cidadezinha do interior de Minas Gerais. É uma mudança realmente muito drástica e a adaptação pode ser mais complicada e gerar inúmeros transtornos.

Contudo, a boa notícia é que muitas cidades — até mesmo distantes das capitais — estão se modernizando. A própria construção de shoppings torna possível a disponibilidade de vários serviços, como cinemas, bancos e diversos tipos de lojas, além de aquecer a economia local e gerar empregos.

O mais importante é: se você perceber que vai ter dificuldades com a adaptação, tente escolher uma cidade que ofereça, ao menos, algo parecido com o que você está acostumado para evitar maiores dificuldades.

b2

Explorar o mercado de trabalho da cidade

Se você não estiver mudando de cidade por conta de trabalho, analisar o mercado é de suma importância, afinal, você vai precisar de emprego uma hora ou outra.

Você pode, por exemplo, abrir um negócio, mas para isso é preciso fazer pesquisas para saber se a cidade precisa da sua ideia ou do seu empreendimento. Pensar em uma maneira para se sustentar é fundamental e saber disso antes de se mudar, também.

Caso você já tenha uma profissão, vale estudar se o mercado de trabalho oferece vagas para a carreira que você pretende seguir. Todavia, mesmo que isso não seja possível, vale refletir se não compensa mudar de área para ganhar novas oportunidades.

b3

Escolher o que fazer com os móveis

Você precisa decidir se vai transportar seus móveis ou vendê-los para comprar outros na nova cidade. Talvez você pense que essa decisão seja fácil, contudo, muitas pessoas têm dificuldades na hora de escolher entre transportar a mobília ou vender e comprar uma nova.

Isso porque, em uma mudança, os móveis geralmente se desgastam e podem até ficar inutilizáveis quando isso já foi feito mais de uma vez.

Além disso, o valor cobrado para transportar os móveis, dependendo da distância a ser percorrida, pode ser muito alto e inviabilizar a contratação desse serviço. Assim, caso as chances de tomar prejuízo forem evidentes, vender os móveis antigos e comprar uma mobília para a nova residência será uma boa escolha.

Observar as opções de lazer na cidade

Observar as opções de lazer que a cidade oferece é muito importante para escolher o melhor local para morar. Há cidades que não oferecem muitas opções culturais, bem como não apresentam quadras de esportes e academias, o que certamente não é adequado para quem gosta de praticar exercícios ou assistir a espetáculos como teatros e concertos.

Para não ter maiores problemas, é útil pesquisar o mapa turístico da cidade pretendida, de modo que você conheça as atrações que o município oferece aos seus habitantes. Outra dica interessante é buscar essas informações nas redes sociais, pois quase sempre é possível encontrar imagens de visitantes nesses locais.

Estudar sobre o custo de vida

Por fim, antes de mudar de cidade, é fundamental avaliar o custo de vida do local onde você pretende morar. Por exemplo, há regiões onde os alimentos são mais caros, talvez por não existirem muitas opções de supermercados.

Da mesma forma, os gastos com educação costumam variar bastante de cidade para cidade. Em lugares onde não há escolas ou faculdades, quem estuda acaba tendo despesas extras para estudar longe de casa.

Assim, é aconselhável analisar se o custo de vida na cidade onde você pretende viver é adequado para a sua realidade. Para isso, é interessante também fazer comparações, pois mesmo que alguns preços não estejam dentro do esperado, outros podem estar mais baratos, o que equilibra as despesas e favorece o seu orçamento.

Neste post, você conferiu algumas das principais dicas do que se deve observar para saber como mudar de cidade e evitar maiores problemas. Como visto, na hora de realizar a mudança é necessário ter certos cuidados e analisar com calma o que mais se adéqua ao seu estilo de vida para não tomar decisões equivocadas e sofrer prejuízos.

E aí, gostou deste conteúdo? Veja algumas dicas para fazer sua mudança sem dor de cabeça e continue se informando!

 

Imovelweb
COLUNISTA
PERFIL

Comente

Mais Matérias

Colunistas

Encontre aqui o imóvel
dos seus sonhos