Preço do aluguel em Brasília caiu 1,4% em maio de 2020

Preço do aluguel em Brasília caiu 1,4% em maio de 2020

Mesmo com a redução, cidade continua sendo a mais cara para locar no Distrito Federal, com média mensal de R$ 2.689,00

São Paulo, junho de 2020 – Em maio, o preço médio do aluguel de um imóvel padrão (65m², 2 dormitórios e 1 vaga de garagem) em Brasília caiu 1,4%, segundo levantamento elaborado pelo Wimoveis, maior portal imobiliário do Distrito Federal. Porém, analisando o período de janeiro a maio, o preço ficou estável, com apenas uma leve queda de 0,1%, enquanto nos últimos 12 meses houve um crescimento de 1,0% neste valor.

Dentre as cidades do Distrito Federal, Brasília é apontada como a mais cara para locar um imóvel, com média mensal de R$ 2.689,00. Na sequência aparecem Cruzeiro (R$ 1.989,00/mês) e Águas Claras (R$ 1.895,00/mês). Já Samambaia (R$ 1.093,00/mês), Ceilândia (R$ 1.113,00/mês) e Vicente Pires (R$ 1.139,00/mês), são as mais econômicas.

Além disso, o estudo mostra a variação do valor de locação dos últimos 12 meses. A Zona Industrial (R$ 3.325,00/mês) foi o bairro do Distrito Federal mais valorizado neste período, com crescimento de 18,7% no preço do aluguel, seguido de Guara I (R$ 1.459,00/mês) e Núcleo Bandeirante (R$ 1.149,00/mês), com altas de 17,2% e 15,3%, respectivamente.

Por outro lado, o Centro de Águas Claras (R$ 1.852,00/mês), Samambaia Sul (R$ 1.055,00/mês) e Vicente Pires (R$ 1.036,00/mês) foram os locais com as maiores quedas de preço, com índices negativos de 7,6%, 5,9% e 4,3%, nesta mesma ordem.

Agora, saiba quais são os bairros mais caros e baratos para locar no Distrito Federal:

Mais caras (mensal) Variação no mês Variação no ano
Setor de Hotéis e Turismo Norte

(Brasília)

R$ 4.350,00 -0,1% 14,2%
Zona Industrial

(Guará)

R$ 3.325,00 2,7% 18,7%
Noroeste

(Brasília)

R$ 3.196,00 0,7% 9,3%
Mais baratas (mensal) Variação no mês Variação no ano
Samambaia Norte

(Samambaia)

R$ 1.032,00 1,0% 6,6%
Ceilândia Norte

(Ceilândia)

R$ 1.033,00 0,3% 4,6%
Vicente Pires

(Vicente Pires)

R$1.036,00 -0,8% -4,3%

 

Em maio, a relação preço de venda x locação sofreu uma leve queda e ficou no patamar anual de 4,7%. Ou seja, para retomar o dinheiro investido na compra de um empreendimento na cidade, são necessários 21,4 anos de aluguel, período 1,2% menor que um ano atrás.

No Distrito Federal, a cidade com o maior índice de rentabilidade é Vicente Pires (7,0%), seguido de Águas Claras (5,9%) e Riacho Fundo (5,7%). Já Brasília (4,7%), Guara (5,1%) e Samambaia (5,2%) possuem os indicativos mais baixos.

Confira os bairros do DF mais e menos rentáveis:

Mais rentáveis %
Setor de Hotéis e Turismo Norte

(Brasília)

7,8%
Vicente Pires

(Vicente Pires)

6,7%
Águas Norte (Águas Claras) | Taguatinga Centro (Taguatinga) | Zona Industrial (Guará) 6,3%
Menos rentáveis %
Guará II

(Guará)

4,5%
Sudoeste

(Brasília)

4,7%
Asa Norte (Brasília) | Ceilândia Sul (Ceilândia) | Centro (Guará) | Núcleo Bandeirante (Núcleo Bandeirante) | Samambaia Sul (Samambaia) | Sobradinho (Sobradinho) 5,0%

 

Valor de compra sofre queda no mês de maio

No mês de maio, o preço dos imóveis para venda em Brasília registrou uma leve queda (-0,4%). No período de janeiro a maio, esse indicativo não apresentou muitas variações, apontando apenas 0,2% negativo, o que o mantem praticamente estável. Já nos últimos 12 meses, é possível ver um avanço, pois houve um crescimento de 2,1% neste valor.

Observando as cidades do DF, é possível dizer que, assim como para locação, Brasília também possui a média do m² mais elevado (R$ 9.535,00/m²), junto com Setor Industrial (R$ 8.730,00/m²) e Cruzeiro (R$ 6.295,00/m²). Já os valores mais baixos são encontrados em Santa Maria (R$ 2.694,00/m²), Vicente Pires (R$ 2.835,00/m²) e Ceilândia (R$ 3.712,00/m²).

O estudo do Wimoveis analisou também a evolução imobiliária, nos últimos 12 meses, e registrou que o maior aumento no preço do m² ocorreu no bairro Setor Hoteleiro Norte (19,5%), levando a média a R$ 11.468,00/m². Logo após, encontramos Setor Habitacional Meireles (R$ 2.879,00/m²) e Setor Habitacional Jardins Mangueiral (R$ 4.170,00/m²), com elevações no preço do m² de 17,1% e 16,2%, respectivamente.

Inspira Materiais Mercado Imobiliário ImovelwebPowered by Rock Convert

Centro de Taguatinga (R$ 3.445,00/m²), Setor Central de Gama (R$ 3.224,00/m²) e Lago Sul (R$ 9.066,00/m²) sofreram as maiores quedas de preço, neste mesmo período, com índices negativos de 12,7%, 9,4% e 9,2%, nesta mesma ordem.

Saiba quais bairros têm os valores de m² mais caros e baratos do Distrito Federal:

Mais caras (m²) Variação no mês Variação no ano
Setor de Clubes Esportivos Sul

(Brasília)

R$ 13.383,00 3,4% 10,2%
Setor Hoteleiro Norte

(Brasília)

R$ 11.468,00 -5,3% 19,5%
Setor de Hotéis e Turismo Norte

(Brasília)

R$ 11.004,00 0,7% 11,1%
Mais baratas (m²) Variação no mês Variação no ano
Setor Habitacional Contagem

(Sobradinho)

R$ 2.246,00 -0,2% 0,2%
Riacho Fundo II

(Riacho Fundo)

R$ 2.249,00 -3,6% 7,3%
Grande Colorado

(Sobradinho)

R$ 2.446,00 -1,5% 3,8%

Comente

Mais Matérias

Colunistas

Encontre aqui o imóvel
dos seus sonhos
Inspira Materiais Mercado Imobiliário ImovelwebPowered by Rock Convert