Por que morar ou investir em uma Cidade Inteligente?

Por que morar ou investir em uma Cidade Inteligente?

Já pensou em morar em um ambiente inclusivo, sustentável, tecnológico, seguro, todo planejado como uma infraestrutura de alto padrão?

Já pensou em morar em um ambiente inclusivo, sustentável, tecnológico, seguro, todo planejado como uma infraestrutura de alto padrão, com serviços compartilhados, áreas verdes, sem engarrafamentos e livre dos principais problemas das cidades tradicionais?

Parece sonho, não é? Mas isso já é uma realidade nas smart cities ou cidades inteligentes, como também são conhecidas. “Uma Smart City é um lugar onde a tecnologia se torna viva.” A frase de Peter Sany, CEO do TM Forum5 – uma associação global do setor de telecomunicações com sede nos EUA – é um bom ponto de partida para entender a abrangência do conceito.

Segundo o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), uma Smart City tem quatro focos importantes:

É sustentável: usa a tecnologia digital para reduzir custos e otimizar o consumo de recursos de modo que sua administração presente não comprometa o uso pelas gerações futuras;

É inclusiva e transparente: tem canais de comunicação diretos com os cidadãos, opera com dados abertos e permite acompanhar suas finanças;

Gera desenvolvimento: oferece infraestrutura adequada para geração de empregos de alta qualidade, inovação, competitividade e crescimento dos negócios;

É feita para os cidadãos: usa a tecnologia digital para melhorar a qualidade de vida das pessoas e dar acesso rápido a serviços públicos mais eficientes.

Viver em uma cidade inteligente é ter a oportunidade de desfrutar de todos os serviços de forma prática, acessível e sustentável, e participar de iniciativas voltadas à integração social e compartilhamento. E uma smart city você tem tudo ao seu redor, pois ela oferece equilíbrio entre áreas verdes, empresas, residências e comércios. Tudo isso combinado com um planejamento urbano moderno e inovador, com vias largas e projetadas para garantir fluidez e plena mobilidade.

Outros diferenciais de uma cidade inteligente:

Aplicativo do bairro para interagir com a vizinhança

Internet das Coisas (IoT)

Compartilhamento de serviços e objetos

Academia ao ar livre adaptada para pessoas com deficiência

Iluminação pública de LED

Pavimentação de alto padrão

Áreas verdes distribuídas em toda a cidade

Wi-fi grátis nas áreas comuns

Mobilidade urbana eficiente com áreas exclusivas para pedestres e ciclistas

Videomonitoramento das áreas comuns através do aplicativo

Hortas urbanas

Rede elétrica subterrânea

Ilha de recarga para veículos elétricos

Case de sucesso mundial

Idealizada pela Planet Smart City, a Smart City Laguna é a primeira Cidade Inteligente Inclusiva do Mundo. Localizada em São Gonçalo do Amarante, no Ceará, a 55 km de Fortaleza, abrigará aproximadamente 25 mil habitantes, em 6.500 unidades habitacionais, em uma área de 330 hectares. O segundo projeto da Planet no Brasil foi lançado recentemente, a Smart City Natal, tem 170 hectares e é voltada para 16 mil pessoas.

As cidades inteligentes da Planet são inclusivas porque tem foco no bem-estar das pessoas e no desenvolvimento de um ambiente harmonioso e colaborativo. Uma smart city inclusiva busca colocar as pessoas ao centro de tudo, fazendo com que elas interajam com as inovações tecnológicas e a natureza, proporcionando uma alta qualidade de vida para os seus moradores.

Imovelweb
COLUNISTA
PERFIL

Comente

Mais Matérias

Colunistas

Encontre aqui o imóvel
dos seus sonhos