6 dicas de mudança organizada e sem estresse

6 dicas de mudança organizada e sem estresse

O que acha de algumas dicas de mudança para descomplicar algo tão cansativo? Caixas e móveis para todos os lados, preparativos na casa nova e na antiga. Essas são somente algumas das preocupações que todo processo de mudança causa. O sonho de um novo lar acaba se misturando às expectativas de se instalar o quanto

O que acha de algumas dicas de mudança para descomplicar algo tão cansativo? Caixas e móveis para todos os lados, preparativos na casa nova e na antiga. Essas são somente algumas das preocupações que todo processo de mudança causa. O sonho de um novo lar acaba se misturando às expectativas de se instalar o quanto antes.

No entanto, é necessário ter um pouco de calma e fazer um bom planejamento de todas as etapas da sua mudança. Dessa forma, você evita estresse, problemas na logística e dificuldades burocráticas, além de evitar o risco de perder algum pertence. Neste post, mostraremos como isso é possível. Veja só!

1. Programe-se com antecedência

A primeira dica de mudança e a mais valiosa é o planejamento. Se você organizar todas as etapas desse processo, ficará mais fácil. Quando você não planeja a sua mudança, acaba deixando pertences para trás, se esquecendo de cancelar ou ativar algum serviço, ou de cumprir com alguma burocracia do novo ou do velho lar. Sem contar que a bagunça será ainda maior.

Essa falta de organização é o gatilho para que se tenha muito estresse, pois você verá que as coisas estão saindo do seu controle. Então, anote em um papel ou planilha tudo o que precisa fazer em ordem de prioridade. Comece definindo uma data para fazer uma limpeza em objetos que serão descartados, assim você evita transportar algo que nem mesmo será utilizado.

Depois, busque saber de onde virão as caixas para empacotamento. Você pode consegui-las facilmente em supermercados e grandes lojas de varejo. Depois, organize todos os jornais, fitas adesivas e plástico-bolha para não danificar as suas coisas. Por fim, faça uma lista dos cômodos que serão esvaziados primeiro e prefira aqueles que você não precisará muito nos últimos dias na casa antiga.

2. Crie um checklist da mudança

Tendo essa lista em mãos, preze por segui-la à risca. Caso contrário, você ficará perdido sobre o que já foi e ainda precisa ser feito, e fugirá completamente do seu planejamento. Fazer checklists com quadrados ao lado das tarefas para sinalizar as que já foram finalizadas fará toda a diferença. Uma sugestão de de checklist é:

  • contratar a empresa para a mudança;
  • conferir as regras do condomínio para mudanças;
  • avisar a portaria (da nova e antiga casa) sobre a data e horário da mudança;
  • medir os móveis;
  • limpar o imóvel novo;
  • desmontar móveis grandes e coisas que não serão utilizadas;
  • alterar o endereço dos serviços essenciais e outras faturas;
  • comprar os itens para mudança (fitas, sacos, parafusos etc.);
  • comprar tinta para a casa nova;
  • buscar as caixas;
  • empacotar tudo;
  • solicitar desligamento de gás e outros serviços;
  • doar tudo o que não for levado e estiver em bom estado de conservação.

3. Organize o empacotamento

Você precisará reservar um bom tempo para o empacotamento. Às vezes, até mais de um dia. Uma das nossas dicas de mudança nessa etapa é justamente não ter pressa, pois isso fará que você esqueça ou acabe quebrando algo. Para começar, não queira colocar o mundo dentro de somente uma caixa. Isso fará com que ela rasgue e os itens fiquem prensados e danificados.

Busque caixas grandes e resistentes para os pertences maiores, como computadores, roupas de cama e artigos de cozinha. Já as menores, reserve-as para objetos pequenos e delicados, pois elas precisam ir em cima das outras. Outra dica de ouro é: rotule todas as caixas. Você não imagina o quanto isso pode proteger os seus pertences e poupar muito tempo ao organizar tudo na nova casa. Então, escreva onde estão as coisas das crianças, da sala, do banheiro e assim por diante.

Já as taças, louças e tudo o que possa quebrar deve ser envolvido em mais de uma folha de jornal ou em plástico-bolha. Além disso, coloque os pratos como se estivessem em um escorredor de pia, ou seja, de pé, e não um em cima do outro.

4. Solicite o desligamento de serviços

Outra parte importante e um pouco burocrática é o cancelamento de serviços, como internet, telefone e TV a cabo. O ideal é que o desligamento seja solicitado ao menos uma semana antes da sua mudança. Com isso, você não passa tanto tempo sem esses serviços e terá tempo hábil para resolver qualquer imprevisto. Nesse tempo, você pode aproveitar a internet do celular, por exemplo.

Se for continuar com os mesmos planos e operadoras, já informe o novo endereço para transferência, pois algumas empresas levam de dois a sete dias para ligar esses serviços no novo endereço. Não se esqueça de cancelar assinaturas que chegam pelos Correios e de informar o seu novo local para as companhias.

5. Prepare um kit de sobrevivência

Os primeiros dias na casa nova serão um pouco bagunçados, já que você dificilmente conseguirá colocar tudo no lugar tão rápido. Para evitar o estresse de ficar abrindo caixas e procurando as coisas que mais precisa, faça um kit de sobrevivência.

Para isso, monte uma caixa com as coisas que precisará para passar o primeiro dia e a primeira noite. Por exemplo, itens de higiene, talheres, pratos e copos descartáveis, comidas rápidas de preparar e que não estragam fora de refrigeração, toalhas e roupas de cama. Vale até mesmo colocar algo para distração, como jogos e revistas, principalmente se a TV e a internet ainda não estiverem instaladas.

6. Conte com toda ajuda possível

Se tem uma dica de mudança que sempre reforçamos é a ajuda de todos. Nesse momento, quanto mais mãos e cabeças auxiliando, melhor e mais rápido será passar por esse momento. Você pode até mesmo economizar tempo e dinheiro com transporte se tiver ajuda de amigos e familiares com seus carros.

Então, convoque todos que estiverem dispostos a ajudar e faça isso por turnos. Por exemplo, alguns ajudam no empacotamento e transporte e outros na organização da casa nova. Quando tudo estiver no lugar, basta fazer um almoço ou encontro de comemoração e agradecimento.

Seguir essas dicas de mudança e prezar pelo planejamento em todas as etapas tornará todo esse processo menos cansativo, estressante e sem imprevistos que geram dor de cabeça. Portanto, não tente ter pressa em organizar tudo, pois acabará demorando mais que o necessário.

Ficou com alguma dúvida, ou tem mais alguma dica para acrescentar? Deixe aqui nos comentários!

Imovelweb
COLUNISTA
PERFIL

Comente

Mais Matérias

Colunistas

Encontre aqui o imóvel
dos seus sonhos