Inteligência artificial no mercado imobiliário: o que pode mudar no seu negócio?

Inteligência artificial no mercado imobiliário: o que pode mudar no seu negócio?

A inteligência artificial já é realidade no mercado imobiliário e pode ajudar a vender mais e melhor para seus clientes

Só a internet já é capaz de nos dizer muito sobre o comportamento de consumo dos compradores, seus hábitos, gostos, rotinas e milhares de outras informações que são armazenadas na rede. Com a evolução da tecnologia, a internet, combinada a outros elementos, é capaz de melhorar a experiência de compra de uma pessoa interessada em algum tipo de imóvel, por exemplo.

Toda pesquisa de imóvel pode ter seu início realizado através de buscadores, sites especializados e aplicativos. Com um celular conectado à internet é possível acessar a qualquer momento e de qualquer lugar todas as informações que o usuário precisa. As empresas e profissionais que souberem aproveitar desse tipo de mídia tecnológica certamente sairão à frente das demais do mesmo segmento que ainda não se atualizaram em relação ao que há de novo online.

Uma das formas da qual a inteligência artificial tem sido programada para auxiliar nas vendas é a recomendação de imóveis. Através de dados demográficos como idade, sexo e local onde mora, é possível fazer combinações com outros tipos de segmentação de informações, sejam elas geográficas ou até mesmo relacionadas aos gostos e preferências dos usuários. Esse cruzamento de dados ajuda a refinar as opções de forma com que os resultados exibidos para o potencial comprador sejam certeiros e despertem o interesse dele mais rapidamente.

O Big Data, conjunto de dados armazenados que ajuda a criar esse grande banco de informações sobre os clientes, é fundamental para todas as empresas e profissionais que desejam trabalhar com a tecnologia a seu favor. Todos os dados são fundamentais para tornar mais certeiras as negociações, exibindo para seus clientes o que há de mais parecido com o que ele procura. A navegação que ele realiza deixa “rastros” de seus interesses que podem ser usados para vender com mais qualidade. Quando o usuário entra no site ou aplicativo e busca por apartamentos para alugar com 2 dormitórios em São Paulo, entende-se que ele tem interesse por uma região específica e o imóvel deve corresponder ao número de quartos procurado. Esse tipo de informação captada será usada para mostrar outras unidades similares com essas mesmas características, aumentando a chance de fechamento de negócio.

Além disso, outra forma de refinar os resultados exibidos tornando a experiência do cliente mais qualificada é a geolocalização. Com ela, é possível usar a função de GPS dos celulares para exibir imóveis na região onde o usuário está passando no momento. Dá para exibir uma notificação pop-up com as opções que tem melhor correspondência para o cliente de acordo com as demais informações armazenadas durante a jornada de interações que o usuário faz com o app. Com o serviço de localização ligado no celular, a inteligência reconhece e identifica que o usuário está na região para o qual a campanha foi configurada e exibe as unidades correspondentes.

Os serviços de geolocalização e a exibição de similares de acordo com o perfil são bastante comuns e podem ser adicionados ao seu site ou aplicativo para celular. Experimente criar campanhas com esse tipo de configuração e invista na inteligência artificial para alavancar o seu negócio! O bom desse tipo de estratégia digital é que você pode mudar as segmentações, colocar mais dinheiro onde tem melhor retorno e acompanhar diariamente os resultados obtidos com esses anúncios.

SóCorretor
COLUNISTA
PERFIL

Comente

Mais Matérias

Colunistas

Encontre aqui o imóvel
dos seus sonhos