Checklist imobiliário: o que não pode faltar no seu anúncio

Checklist imobiliário: o que não pode faltar no seu anúncio

Acompanhe dicas essenciais para te ajudar nessa tarefa e aperfeiçoe cada vez mais o seu anúncio, conquistando cada vez mais leads.

O mercado é competitivo e o número de imóveis a disposição para venda também é bem alto, principalmente após o hiato nas negociações devido à crise no setor.

Logo, para que um anúncio chame a atenção de um cliente é preciso que ele esteja próximo da perfeição. Se você quer um anúncio completo e atraente, caro corretor, é preciso se atentar a algumas dicas importantes sobre o que não pode faltar no seu anúncio.

A importância de checklist

Sabemos que o dia a dia de um corretor não é fácil e é preciso que esse profissional possa contar com alguns artifícios para que suas tarefas se tornem o mais ágeis e efetivas.

Checklist para imobiliárias, corretoras e até profissionais autônomos é uma das soluções adotadas, esse controle organiza e otimiza as tarefas diárias da empresa ou do profissional que trabalha sozinho.

Um bom checklist para corretores de imóveis deve conter itens básicos, como:

Perfil do cliente: Renda, preferências de lazer, profissão, núcleo familiar, rotina diária, estilo de vida e qualquer outro assunto que possa ajudar a identificar o tipo de cliente.
Características do imóvel: vai além do padrão “localização, piso, valor”, saiba como está a instalação elétrica, a tubulação, afinal o cliente pode questionar esse tipo de informação.
Vizinhos: Quem é a vizinhança do imóvel? O local é barulhento ou sossegado? Possui proximidade com serviços básicos (escolas, hospitais e transporte). Lembre-se que o cliente acaba comprando também a localização do imóvel, a região em que ele se encontra.
Documentação: Documentos do imóvel, comprador e vendedor devem estar em dia. Evite que o cliente perca tempo e esteja com esses dados em dia, evitando problemas na negociação.
Abordagem: Ser honesto deve fazer parte do seu dia a dia, o cliente vai perceber a sinceridade na sua abordagem e seu comportamento levará confiança e segurança a transação.

Mantenha também um checklist de avaliação de imóveis e um checklist para vistoria do imóvel. Isso vai te ajudar bastante. Tendo esses checklist básicos traçados, vamos definir a melhor forma de chamar atenção para o seu trabalho ser colocado em prática, o checklist para o anúncio do imóvel.

O que não pode faltar no anúncio imobiliário

Entenda que para definir um padrão de anúncios que funcione, é preciso definir um checklist que leve em consideração a rotina antes e depois da captação.

Uma boa captação considera até o último momento da venda, passando pelas fotos que irão ilustrar o anúncio responsável por trazer o cliente até você. Portanto, antes de sair para a prospecção, crie a rotina de separar formulários e documentos necessários para captação.

Um anúncio legal nasce com a autorização de venda do imóvel, documento assinado pelo proprietário e que deve ficar em poder do corretor até que a intermediação do negócio seja concluída.

O documento é um dos responsáveis por atestar a legalidade do seu trabalho e permite que você anuncie o imóvel para venda ou aluguel. Geralmente ele é assinado na visita de prospecção.

Também é importante ter a documentação do imóvel em seu poder, dados como matricula do imóvel, IPTU, comprovantes de contas de consumo e demais taxas da propriedade devem estar à disposição para que o corretor saiba informações básicas do imóvel, além de poder oferecer um anúncio mais completo e ter esses dados para comprovar suas informações em uma possível negociação.

Durante a visita de captação o corretor deve anotar todos os detalhes referentes ao imóvel, como metragem, área construída e área total do terreno, número de cômodos, vagas de garagem, vista da janela, entre outros detalhes como a existência de churrasqueira devem ser anotados na ficha de captação do imóvel (clicando aqui você vê um artigo para que você entenda a importância desse documento).

Após captar essas informações, passe para a captação de imagens do local. É interessante ter uma rotina para essas fotos também. Inicie pela entrada do imóvel, passando para os cômodos seguintes, tente manter a ordem de cômodos do local, em uma sequência lógica.

Lembre-se que as fotos são o principal contato do cliente, muitas vezes responsável pela procura dele ao corretor. Analise a qualidade das fotos antes de subir no site e dê preferência para captação de imagens com equipamento profissional e durante o dia.

Chegamos no momento mais importante, a hora de construir o seu anúncio de fato, redigindo de forma objetiva os dados coletados até o momento. Atente-se a erros de português, eles jamais devem existir no assunto redigido!

Mantenha o anúncio com no máximo 1000 carácteres e faça uma descrição simples e objetiva, porém sem deixar nada de fora.

Recorra aos detalhes anotados em sua ficha de captação para evidenciar as vantagens do imóvel, como suítes e espaço gourmet, sem deixar de lado as informações básicas:

– Localização/CEP
– Tipo de imóvel
– Metragem
– Número de quartos, banheiros
– Vagas de garagem
– Área de lazer ou quintal

Escolha a melhor foto para capa do anúncio e revise completamente antes de publicá-lo, sobre as fotos tenha o cuidado de renomeá-las, o Google não lê imagens com nomes genéricos (imagem 1, imagem 2), dê preferência para nomes como “Casa 60m_centro_3 dormitórios_Cozinha”, isso vai ajudar a levantar o tráfego no seu site!

Leia outras dicas em nosso artigo sobre o assunto clicando aqui!

SóCorretor
COLUNISTA
PERFIL

Comente

Mais Matérias

Colunistas

Encontre aqui o imóvel
dos seus sonhos