Dicas para escolher a cortina ideal

Dicas para escolher a cortina ideal

Deixar a casa mais elegante, controlar a luz que entra nos cômodos... as funcionalidades são várias, mas você sabe escolher a cortina ideal para o seu lar?

Antigamente era fácil escolher uma cortina para usar nas janelas de casa. Tecidos pesados ou peças prontas cheias de sobreposições, cores neutras, entre outros detalhes que logo decidiam a compra. Hoje em dia o cenário mudou, pois são muitas as opções e estilos de decoração fazendo com que você possa passear entre vários modelos de cortinas.

Mas é preciso cuidado para acertar, entender e escolher o tipo ideal para seu tipo de decoração e ambiente, afinal a cortina é mais um acessório para finalizar sua decoração, portanto ela precisa conversar com todo o restante do projeto.

1. Medidas
Antes de qualquer escolha, meça as paredes e as janelas que serão cobertas com a cortina escolhida. Isso vai evitar peças arrastando, sobrando além do comprimento da parede ou tecidos curtos que não cubram toda a área necessária.

O ideal é multiplicar as medidas por dois e pedir a quantidade de tecido com base nessa multiplicação. Para as laterais, o ideal é deixar sobrar de cerca de 10 a 20 cm para garantir uma proteção adequada da luminosidade, ventos ou ruídos. Além disso, esteticamente, a cortina fica mais bonita de se olhar.


2. Função
Antes de escolher a cortina e seu modelo é preciso entender qual a funcionalidade que essa cortina terá. Após saber para que a cortina servirá, escolha o tecido e o modelo.

Para controlar a luminosidade: Escolha tecidos mais grossos e encorpados, como linho, seda rústica, lona e etc. Nesses casos, os modelos blecaute também são ótimas opções, assim como a junção de um tecido mais leve com um forro.

Para ganhar luminosidade: Opte por tecidos fluidos, claros e transparentes, como organdi, voal, chiffon e gaze de linho.


3. Ambientes
As dicas anteriores podem ser aplicadas em qualquer ambiente, mas é preciso se atentar aos detalhes de cada cômodo e das atividades que são realizadas ali para chegar na cortina ideal.

Cortinas para o quarto: Além de deixar o quarto mais aconchegante, usar cortina no cômodo onde dormimos garante a qualidade do sono. Existem várias pesquisas dizendo que dormir em um ambiente com muita luz pode interferir em processos fundamentais do nosso corpo, como o metabolismo.

Além disso, uma boa cortina pode proteger o quarto de ruídos que atrapalham seu sono. Outro benefício de usar cortinas blackout no seu quarto é a proteção contra raios ultravioletas. Se o seu cômodo recebe muita luz solar, aposte nesse modelo de cortina.

No quarto opte também por cortinas com cores que acalmam, aposte na psicologia das cores e escolha tons que podem acalmar e te deixar mais tranquilo, o ideal são cores frias: bege, azul claro, cinza, gelo, e etc.


Cortinas para a sala: O tom da sua cortina deve estar em concordância com seu projeto de decoração. É preciso que sua cortina converse com os objetos de decoração, com seu estilo e com os móveis que compõem o ambiente.

As cores claras são opções coringas e dificilmente você vai errar optando por esses tons, pois elas deixam o ambiente mais clean. Porém, isso não significa que essa escolha é obrigatória. Você pode apostar em cores fortes, mas lembre-se sempre que menos é mais. Se escolher a cortina como um ponto determinante na sua decoração e colocá-la como destaque, minimize a atenção as paredes, ou seja, se for colocar a cortina em tom forte, coloque a parede em tom mais fraco. Resumindo: tenha equilíbrio.

Cortinas para cozinha: Lembre-se que nesse cômodo são preparados alimentos, portanto o acumulo de sujeiras é mais fácil.
Opte por modelos curtos, que possam ser retirados e limpos mais facilmente.

Cortinas para o banheiro: Para escolher a cortina usada no banheiro, é preciso verificar o tipo de janela do local e para qual direção ela está voltada.

Nesse cômodo a janela só servirá para proteger o usuário do banheiro ou controlar a luminosidade. Portanto, se a sua janela dá para a rua, para um corredor onde pessoas podem passar, opte por versões mais encorpadas.

Já se é uma questão de controle de luminosidade ou apenas enfeite, escolha modelos mais fluidos ou até rendados, pois banheiro fica muito melhor com uma boa entrada de luz natural.

4. Varões
Por último, os varões ou trilhos de cortinas fazem parte do acabamento desse item e também podem ser encarados como itens de decoração.

O varão é a opção mais prática, a sustentação é fácil e a retirada para outro local não é complicada. No mercado existem varões de vários tamanhos, cores, materiais… Escolha o que melhor se adequar ao restante da sua decoração e ao modelo da cortina escolhida. Tenha atenção na medida, um varão mais curto que a janela ou que termine exatamente junto com ela deixa o espaço deselegante. Não se esqueça das sobras!

Já se a sua opção for por trilhos, aconselhamos que ele fique escondido, pois é difícil encontrar um trilho de cortinas bonito. O trilho pode ficar escondido no gesso, por exemplo, assim sua cortina vai compor o ambiente sem mostrar de onde está partindo. Lembre-se que em qualquer um dos casos, é preciso deixar uma folga de cerca de 20cm de cada lado da parede.

Gostou das dicas sobre como escolher cortinas? Continue acompanhando nossos artigos e aprenda outras dicas de decoração.

Imovelweb
CONTRIBUTOR
PROFILE

Mais Matérias

Comente