11 dicas para mudança de apartamento

11 dicas para mudança de apartamento

Organizar uma mudança não é uma tarefa simples, mas com as nossas dicas para mudança de apartamento, é possível tornar esse momento um pouco mais fácil.

Mudança, mesmo que seja para uma rua ou bairro próximo, sempre mexe com a rotina da casa inteira e acaba sendo uma tarefa complicada e cansativa se o responsável não seguir algumas regras simples, mas importantes, de organização.

Mesmo mexendo com todos os moradores e cômodos da casa, é possível se mudar sem sustos e de forma divertida e prazerosa, basta se planejar! Siga nossas dicas para mudança de apartamento e comece um novo ciclo organizado e sem stress.

1. Planeje a mudança

Planejar a mudança é a sua primeira tarefa para que tudo ocorra sem sustos. Não dá para preparar uma mudança em um final de semana ou da noite para o dia.

Para que tudo dê certo, estabeleça prazos e dimensione tarefas para cada membro da família, delegar responsabilidades e dividi-las por pessoas deixa tudo mais fácil de entender e cobrar!

Separe etiquetas e canetas para descrever o que vai em cada lugar, nomeie as caixas com objetos pessoais e por cômodo.

Faça uma planilha no computador ou em um caderno mesmo e coloque as tarefas por ordem de execução: conseguir caixas, embalagens, limpar a casa nova, contratar uma empresa ou conseguir um carro de amigos para o transporte dos itens mais pesados, avisar parentes e amigos, enfim. Faça um cronograma completo para que as tarefas sejam cumpridas na ordem correta e nada fuja do controle.

2. Selecione o que vai e o que fica

Chegou a hora de desmontar a casa. Comece pelos objetos menores, peças de roupas e deixe os móveis para serem desmontados por último.

Aqui vale a pena fazer uma análise de tudo que você usa e não usa. Para roupas, existem ONGs que recebem doações. Se preferir, doe para amigos próximos ou faça um bazar. Só não doe ou venda peças com defeitos e sujas.

Faça o mesmo com os objetos, livros, móveis, brinquedos e itens pessoais que estavam largados fora de uso, esquecidos, nada de apego! Se você não usou ou não deu falta no último ano, se desfaça imediatamente!

3. Vistoria para quem mora de aluguel
Para quem mora de aluguel essa é a parte mais chata, mas também a que mais merece atenção. É aqui que a imobiliária vai verificar se o imóvel está sendo entregue em perfeito estado, se o inquilino vai pagar alguma taxa ou multa por alguma imperfeição que não existia na entrega das chaves.

O ideal é limpar a casa, pintá-la e arrumar pequenos defeitos, como buracos que tenham sido feitos para pendurar quadros ou móveis nas paredes. Acompanhe a vistoria pessoalmente e verifique cada item descrito no contrato para não pagar multas desnecessárias ou abusivas. Verifique a lei do inquilinato para tirar dúvidas.

4. Separe mudas de roupa

Nem sempre a mudança é concluída no mesmo dia, portanto é preciso reservar um kit de emergência para a primeira ou primeiras noites de cada membro da família.

Separe peças de roupas para trabalho, escola, compromissos inadiáveis, além de itens como escova de dentes, itens de higiene e limpeza. Deixe esses itens separados em mochilas para não serem embalados por engano e causar um transtorno desnecessário.

5. Oriente os responsáveis

Se contratou uma empresa ou se pediu ajuda para amigos, é necessário que você oriente essas pessoas. Descreva em etiquetas caixas que tenham itens frágeis, onde cada caixa deve ser deixada, horários de retirada na casa antiga e entrega na nova casa. Enfim, estabeleça regras e horários, mesmo que a mudança seja realizada por familiares e amigos.

6. Use as suas malas

Para roupas, nada mais prático do que usar suas próprias malas de viagem para guarda-las e transporta-las em segurança. Como as malas geralmente são revestidas, as peças não correm o risco de estragarem durante a mudança. Além disso, você economiza as caixas para o que realmente é necessário.

7. Peça ajuda!

Se estiver apertado, não tenha vergonha de pedir ajuda. Reúna familiares e amigos, faça um mutirão. Se essa for a sua opção, a organização será mais do que necessária, já que as pessoas não são profissionais. Oriente sobre embalagens de itens frágeis, transporte e etc.

8. Cada cômodo de uma vez

É melhor que você embale todos os itens de cada cômodo antes de iniciar a embalagem de outro espaço. Cada caixa deve ser etiquetada corretamente com os itens que estão dentro, a qual cômodo pertence e, no caso de quartos, quem é o dono.

Isso elimina confusões e poupa tempo na hora de desencaixotar tudo. Além disso, as caixas poderão ser depositadas cada uma em seu cômodo de destino, sem misturar nada.

9. Ligue para as operadoras de serviços

É necessário que você entre em contato com as prestadoras de serviços como agua, luz, TV por assinatura e transfira todos os serviços. Além de saudar dividas da casa antiga e verificar a possibilidade de dividas de antigos moradores do apartamento novo.

Esse item é de extrema importância, principalmente no caso da luz e da internet, pois na maioria dos casos é necessário agendar esse atendimento.

10. Elevador

Já que estamos mudando para um novo apartamento é bom avisar sindico e moradores sobre a necessidade de usar o elevador para transportas caixas, certo? Faça uma reserva do elevador de serviço com antecedência e evite tumultos desnecessários.

11. Caixa de ferramentas

Geralmente mudança requer furos, montagem, desmontagem, então deixe a caixa de ferramentas sempre à mão. Imagina encaixotar todas as ferramentas? Deixe esses itens bem separados e evite dores de cabeça.

Imovelweb
COLUNISTA
PERFIL

Comente

Mais Matérias

Colunistas

Encontre aqui o imóvel
dos seus sonhos