Como funcionam as regras do aluguel por temporada

Como funcionam as regras do aluguel por temporada

Tem uma casa ou apartamento e costuma alugá-lo por temporada? Entenda como estipular regras para seus inquilinos e manter tudo em ordem.

Definir algumas regras para manter a ordem na sua casa ou apartamento durante as temporadas de aluguel é importante e se faz necessário para conservação do imóvel e de seus inquilinos. É fundamental que seja alinhado com os interessados desde o início uma lista de cuidados e deveres que falaremos detalhadamente a seguir. Confira alguns itens que devem ser esclarecidos ao seu inquilino no momento da negociação do aluguel:

1. Animais de Estimação
Alguns donos preferem não ter animais de estimação na casa que vão alugar e esse ponto deve ser esclarecido antes da negociação, para evitar a frustração do inquilino que possui algum bicho e queira leva-lo na viagem. Além disso, quando se trata de apartamento, temos as regras do próprio condomínio que devem ser seguidas à risca. Muitos ainda hoje não permitem animais de estimação nas dependências e área comum.

2. Piscina
O uso da piscina e áreas comuns também precisa estar contido nas regras de utilização da casa. No caso de apartamentos, os condomínios podem restringir apenas para os moradores da casa, impossibilitando que visitantes externos e que não estejam hospedados façam uso da mesma. Quando se tratam de casas, as restrições são menores, mas há o fator limpeza que deve ser feito pelo inquilino no período em que alugou.

3. Festas e horários
É importante alinhar se é ou não possível a realização de festas no local e qual o horário máximo permitido para uso de som alto. Caso exista uma área específica para festas, como alguns salões, é preciso informar ao inquilino o procedimento para reserva do mesmo, assim como checagem do número de pessoas permitido e alinhamento do período de horas desejado e permitido pelo condomínio.

4. Estacionamento
Se o seu inquilino vai viajar de carro, o ideal é que tenha uma vaga de garagem garantida para maior segurança do seu automóvel. No caso de apartamentos, geralmente não há opção de vaga extra para visitantes externos, portanto, é importante que fique alinhado com o inquilino que, caso ele receba visitas, as mesmas deverão buscar uma outra opção de estacionamento disponível.

5. Limite de acomodação
Ao alugar a sua casa ou apartamento, não se esqueça de definir o número máximo de pessoas permitido no local. Deve-se fazer essa conta considerando a acomodação confortável de todos os usuários de acordo com o que a propriedade é capaz de oferecer em quantidade de quartos e leitos disponíveis.

6. Limpeza
O proprietário do imóvel deve entregá-lo após limpeza de todos os cômodos e é um dever do inquilino deixar o ambiente limpo assim que se encerrar o período de aluguel.

7. Segurança
Se o imóvel possui alarme que precisa ser desbloqueado na entrada e reativado ao deixá-lo, é de responsabilidade do inquilino a ativação do mesmo. Durante ausência no local ou na presença de crianças e animais de estimação, a atenção com janelas também precisa ser devidamente dada. Manter tudo fechado é uma forma de manter todos em segurança.

 

Alinhar os itens acima é uma forma de garantir a segurança da sua negociação de aluguel e expor as responsabilidades do inquilino terá após a definir a locação. Mantenha essas dicas sempre por perto da hora de alugar e evite problemas.

Imovelweb
COLUNISTA
PERFIL

Mais Matérias

Comente